segunda-feira, 30 de junho de 2014

Miles Davis, autoretrato.





Copiado de uma das melhores
revistas que já tive acesso :
PIAUÍ.

.

domingo, 29 de junho de 2014

Othello








"Aquele que não amou
sabiamente,
mas
intensamente..."

Othello,
Shakespeare


.

sábado, 28 de junho de 2014

I Grande Guerra: 100 anos hoje que começou a Grande Carnificina. (1)










100 anos que o Arquiduque Ferdinando da Áustria, 
herdeiro do trono, 
e sua esposa Sofia
foram assassinados por nacionalistas
 em Sarajevo.

As confusões diplomáticas
 e a impressão que todos tinham 
de um conflito limitado 
e de conveniência 
acabou numa carnificina com 
10 milhões de mortos, 
20 milhões de feridos e
 8 milhões de desaparecidos.

A liderança no conflito dos 
2 países mais cheios de 
arte e ciência do mundo, 
França e Alemanha, 
mostrou como "la noche oscura del Alma" 
(a noite obscura da alma humana, 
no dizer de San Juan de la Cruz) 
é capaz de fazer atrocidades sem fim, 
quando alimentada.

Difícil imaginar que nesta atual
 paisagem pastoril da região 
do Marne, França, 
(da foto acima)
300 mil soldados foram feridos ou mortos.

Foto de Tomas Munita, no The New York Times.

.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Eurípedes, o Facebook ... e eu.







"Não dizer o que pensa.
Esta é a condição do escravo."

Eurípedes


Dedicado ao adicionado
 aqui do Facebook que me mandou 
uma frase de Martin Luther King Jr. 
distorcendo o significado: 
"Para criar inimigos basta dizer o que pensa." 

Os amigos do Facebook 
não podem reclamar de mim. 
Coloco aqui menos de 
1% das matérias
 que tenho prontas na cabeça. 

Faço o maior esforço para não cansá-los 
com as minhas bobagens 
culturais e políticas. 

Daí a ficar calado é um grande passo. 

As pessoas que não dizem 
o que pensam poderiam estar em outro lugar. 

O Facebook é feito para dizer o que se pensa, 
com parcimônia, 
com responsabilidade 
e sem cansar os outros.


.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Felix Dennis e os seus gastos.







Felix Dennis morreu aos 67 
esta semana.
(É o do meio,
desta foto antiga).
Mereceu vasto obituário to
The New York Times.

Foi uma magnata inglês de
revistas de estilo de vida,
nos EUA e Inglaterra.

Tinha fortuna estimada
em perto de 1 bilhão de dólares.

Deixou todos de queixo caído
quando afirmou que gastou
mais de 100 milhões de dólares
com as 14 amantes que tinha
e com drogas.

100 milhões de dólares prá quem
acha difícil imaginar :
faça uma fileira de notas
de 100 reais.
Dá prá ir em Recife e
voltar prá Pesqueira
(200 kms )
quase 2 vezes !!!

Isto se pode chamar de
mau uso de dinheiro.

.


quarta-feira, 25 de junho de 2014

Michael Jackson : 5 anos sem...





.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Orlando Caetano





Não te rendas, por favor, não cedas.

Mesmo que o frio queime.

Mesmo que o medo morda
.
Mesmo que o sol se esconda.


E o vento de cale
.
Ainda há fogo em tua alma
.
Ainda há vida nos teus sonhos.



Orlando Caetano,

no Facebook


.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Omeprazol, Esomeprazol... e outros prazóis podem fazer mal à saúde.






 Esta é uma das novas 
pragas da medicina. 

No início se descobriu 
que estes fortes medicamentos 
evitavam úlceras e gastrites 
em pacientes em situações estressantes, 
como permanência na UTI. 

Foi só um passo para os médicos, 
que ouviram o galo cantar 
mas não sabem onde, 
generalizassem o uso. 

Agora qualquer médico 
que receita um antiinflamatório 
acrescenta logo um " prazol " , 
com a desculpa que a ignorância 
do paciente engole com facilidade, 
de " proteger o estômago".  

Os sabidos médicos 
que usam remédios de manipulação 
feitos por eles mesmos, 
com grandes lucros, 
não esquecem de colocar 
40 mg de Omeprazol 
em todas as suas fórmulas. 

E então os velhinhos 
acham aquilo maravilhoso, 
especialmente quando 
os médicos enfatizam que 
"este remédio  é para o resto da vida". 

É embriagante você se sentir 
como se estivesse protegido por algo 
que mais se parece com o colo confortável 
do Criador do Universo. 

Pura ilusão !!!

A história do Esomeprazol é
uma bobeira à parte.

A Astra Zeneca fez uma mistura 
racêmica sobre o omeprazol
e patrocinou trabalhos que
diziam que o seu remédio - 
que na verdade equivalia
a 40 mg de Omeprazol,
funcionava melhor do
que 20 mg do omeprazol original !!!

Óbvio ?
Nem tanto para os médicos
que convenceram os pacientes
que pagar mais de 150 reais por mês
de Esomeprazol, era melhor do
que gastar 20 reais por mês com
o mesmo Omeprazol.

Pacientes brasileiros adoram
remédios caros,
afinal !!!

P.S.:
Como não colei aqui, como fiz no Facebook a manchete do artigo da Folha ( "Uso prolongado de antiácidos pode prejudicar a saúde."), faço este adendo :
a matéria se refere ao uso prolongado.

As próprias bulas dos remédios sugerem um uso de
4 a 8 semanas.
Os médicos e pacientes foi que transformaram em
"usar para o resto da vida.".

Os inibidores da bomba de prótons,
ou prazóis como são apelidados, 
são uma excelente classe de medicamentos,
com seu uso adequado.

A matéria de Claudia Colluci está na Folha deste domingo,
com link abaixo :


http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2014/06/1473994-uso-prolongado-de-antiacidos-pode-prejudicar-a-saude-e-preocupa-medicos.shtml

.

domingo, 22 de junho de 2014

Antonio Valencia, Equador : futebolista ou halterofilista ?




(clique na foto
para entender melhor
do que estou falando.) 

Antonio Valencia,
capitão do time do Equador,
parecia fisicamente adequado...
para um campeonato de
halterofilismo.

Muitas qualidades futebolísticas
mas o físico parece muito
inadequado.

Substituiu como capitão da
seleção a
Chucho Benitez,
que era um herói nacional
do futebol e morreu 1 ano
atrás, aos 27 anos.

Tinha chegado para jogar no 
Qatar 22 dias antes.
Sentiu dores abdominais e
vômitos e foi tratado com
sedativos e morreu no mesmo dia.

A família disse que foi mal 
atendido pelo hospital, mas
autópsias no Qatar
e no Equador comprovaram
que tinha uma lesão cardíaca 
coronária congênita que
foi a causa final da morte.

Antonio tem uma tatuagem
no braço em homenagem 
ao amigo.

P.S.:
Não, não vou insinuar
 que o principal produto
agrícola de exportação do Equador,
as BANANAS,
tenham anabolizantes.

Isto são vocês que estão pensando...
não eu !!!


.

sábado, 21 de junho de 2014

Dilma : continuidade para mudança ! ? ! ?








"Dilma é a melhor opção para mudança", 
diz o PT !!!!  

A pessoa que bolou este fraseado, 
característico das bobagens do partido,
 um fraseado oco, 
marqueteiro, 
que tenta enganar um Brasil iletrado, 
deve ter passado férias no vizinho Uruguai, 
e se excedido na cota permitida pela lei local, 
sobre a Maria Joana. 

O Brasil só tem 2 opções: 
ou muda em 2014 do PT 
para qualquer outra coisa, 
incluindo até o Pastor Everaldo, 
e passará alguns anos prá reorganizar 
o país que virou
 uma república de compadres sindicalistas 
se locupletando nas estatais 
( Correios, Petrobrás e Bancos Oficiais 
já são buracos insondáveis de maracutaias). 

Ou daqui há 4 anos, 
com uma bagunça ainda maior,
fará a mesma coisa. 

Os próximos 4 anos da Presidente Dilma
 vão ser de mudanças, sim. 

Ela não poderá mais continuar 
fazendo os gastos que fez 
no primeiro mandato para se reeleger. 

Se o primeiro mandato foi ir às compras, 
a característica do segundo mandato será : 
pagar as contas. 

Pobre Brasil !!!


.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Corpus Cristi, por Amarildo, no O Globo de hoje





.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Cantilena para um tocador de flauta cego, Marguerite Yourcenar








"Flauta da noite que se cerra,
Presença líquida de um pranto,
Todos os silêncios da terra
são as pétalas do teu canto.

Espalha teu pólen na alfombra
Do catre que por fim te açoite
Mel de uma boca de sombra
Como um beijo na boca da noite."



Perseu com a cabeça da medusa, 
de Benvenuto Cellini,
na Loggia dei Lanzi,
Firenze, Italia.


.




quarta-feira, 18 de junho de 2014

Ombra ma Fu , Haendel, com Philippe Jaroussky







Ombra Mai Fu
sombra nunca ida
Frondi tenere e belle
Sombra nunca ida,
del mio platano amato,
Alude ao sentimento
per voi risplenda il fato.
Doce e nunca esquecido
Tuoni, lampi, e procelle
De alguém que lhe é de bom grado.
non v'oltraggino mai la cara pace,
Sombra nunca ida,
né giunga a profanarvi
Alude ao sentimento
austro rapace.
Doce e nunca esquecido

Ombra mai fu
De alguém que lhe é de bom grado.
di vegetabile
Sombra nunca ida,
cara ed amabile,
Alude ao sentimento
soave più.
Doce e nunca esquecido

Ombra mai fu
De alguém que lhe é de bom grado.
di vegetabile
Sombra nunca ida,
cara ed amabile,
Alude ao sentimento
soave più.
Doce e nunca esquecido

Cara ed amabile,
De alguém que lhe é de bom grado.
ombra mai fu
Sombra nunca ida,
di vegetabile
Alude ao sentimento
cara ed amabile,
Doce e nunca esquecido
soave più.
De alguém que lhe é de bom grado.
soave più. 
Sombra nunca ida

terça-feira, 17 de junho de 2014

...de Brasília... Alexandre Garcia








O vídeo é meio antigo
mas continua muito atual
em algumas dúvidas.

Há 10 anos não assisto 
a Rede Globo.
Tinha náuseas toda vez
que ouvia a voz de
Alexandre Garcia,
Galvão Bueno, etc.

Mas...
vale à pena ver.


.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Bloomsday 2014 : 110 anos hoje.







Foi em 16 de junho de 1904
que Harold Bloom
passa 16 horas do seu dia
em Dublin, Irlanda.

Esta saga é narrada nas
900 páginas do livro
Ulysses,de Joyce.

Fãs do mundo inteiro
se reunem hoje para ler
e vivenciar o
personagem.

Os críticos mordazes
dizem que é melhor ler
o Ulysses em inglês,
no original,
já que,
segundo eles,
de qualquer maneira,
em português ou inglês,
você não vai entender
nada mesmo.

ah ah 

.

domingo, 15 de junho de 2014

sábado, 14 de junho de 2014

Tatuagem e História Simbólica






Já virou lugar comum, 
mas não deixei de me espantar
 com a quantidade de jogadores 
em nível de Copa do Mundo 
com dezenas de tatuagens.


Nem vou dizer o que acho esteticamente,
 pois não desejo ser apedrejado.

Simbolicamente, 
quando as pessoas teorizavam 
sobre a Transformação da Libélula, 
o IMAGO, diz a psicanálise, 
como um adicionado fez hoje 
aqui no Facebook, 
a gente desenhava ela - a libélula - 
na capa do caderno.

Hoje se desenha na pele.

O nome de pessoas de quem sequer
 vamos lembrar quem eram
 daqui a uns anos, 
frases, 
símbolos no pescoço, 
etc.

Numa teoria rasteira e de algibeira, 
reconheço, 
a impressão que tenho é que as pessoas 
tentam escrever na pele 
a sua história simbólica. 

Já que não conseguem 
escrevê-la no lugar certo, 
no CÉREBRO.

Sem ofensas, naturalmente.


P.S.:
Em resposta a uma pessoa do Facebook
que disse que eu fizera uma
generalização:

Desculpa dizer que 
não fiz as generalizações que enxergastes.  
Foi só um sentimento. 

O corpo como objeto artístico 
ele já o é,
 sem qualquer adereço. 

Um homem primitivo nu 
é uma obra de arte. 

O limite da arte no corpo 
é um objeto de discussão. 

A voz de Maria Callas 
ou Placido Domingo 
é uma arte do corpo, 
a voz. 

As mulheres de Myammar 
a acrescentarem dezenas de colares 
no pescoço até deslocarem a coluna vertebral 
e ficarem paralisadas para sempre é um exagero. 

Os piercings na língua 
e os vários casos de morte
 por septicemia também podem 
se enquadrar no exagero. 

O limite então fica à decisão de cada um. 

Não chegaria ao ponto de 
dar tatuagem de presente 
no Dia dos Namorados, 
como Carlos sugeriu em postagem anterior. 


.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Brasil 2014 : ... só " parece "










"... de repente é aquela

corrente prá frente.

Parece que todo

 o Brasil

deu a mão... "



PARECE !!!


.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Entrevista de idoso (humor)





Entrevista de idoso para trabalho.


Recursos Humanos : 
"Qual é sua maior fraqueza ? "
Idoso : "Honestidade"
Recursos Humanos :
"Não penso que honestidade 
seja uma fraqueza."
Idoso :
"Estou pouco me lixando 
pro que você pensa."



Job Interview:

Human Resources Manager: 
"What is your greatest weakness?"
Older Man : "Honesty."
Human Resources Manager: 
"I don't think honesty is a weakness."
Older Man : "I don't really give
 a shit what you think."


.

Joseph Campbell







"O privilégio de uma vida

é ser quem

você é."

Joseph Campbell

.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Cuecas Lupo e Cuecas Todd Sanfield




(clique nas duas fotos
para ver melhor).


O bom gosto da propaganda 
e o gosto prá lá de duvidoso.
Advinha qual é a de bom gosto ?

Neymar na propaganda das cuecas Lupo.
Craz Washington, modelo, 
na propaganda de Todd Sanfield.



.

...






Idealize not much: 

the moon on the lake


 is only water.

​Alejandro Jodorowsky

.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Alvin Ailey Ballet, Harlem, New York City




Balé Alvin Ailey, 
do Harlem,
 em Nova Iorque.


"Nós só deveríamos ser limitados
 por nossa imaginação."


Uma bela frase de efeito.

 Talvez válida no campo das artes. 
Certamente não no campo da ética, 
profissional ou da virtude. 
De qualquer maneira, 
uma frase prá pensar nestes tempos 
de bobagens de Copa do Mundo. 

E uma bela foto, 
com certeza.

.

domingo, 8 de junho de 2014

Lula, o câncer de garganta voltou ?






É o que diz a coluna de 
Cláudio Humberto de hoje 
e Nelson Bocaranda.

Uma nota da coluna de Cláudio Humberto
 (com link abaixo) 
e título de BOCA MALDITA, 
repercute uma nota de Nelson Bocaranda,
 do jornal venezuelano El Universal, 
de 3 dias atrás.

Ele diz que recebeu notícias do Brasil 
de que o câncer de garganta de Lula voltou 
e é por isto que ele está pouco presente 
na campanha de Dilma 
e frequentando o Sírio Libanês 
de madrugada.

Nelson Bocaranda não seria apenas
 um fofoqueiro a mais na internet ?

Na verdade foi o jornalista 
que primeiro divulgou a notícia 
de que Hugo Chavez estava com câncer
 e que talvez não pudesse realizar seu desejo 
de governar a "democracia " bolivariana 
da Venezuela até chegar aos 107 anos.

Abriu um dos segredos mais fechados
 da América Latina deste século.

E acabou com a ilusão de muitos políticos, 
de que eles tinham nascido 
para a imortalidade, 
de tanta empáfia. 

Link da coluna de Cláudio Humberto :



Link da coluna de Nelson Bocaranda, 
no jornal venezuelano El Universal :


sábado, 7 de junho de 2014

Desemprego : um Conto de Fadas à brasileira.



 Segundo o próprio IBGE, 
de cada 100 brasileiros em idade de trabalho, 
só 53 estão empregados. 

Dos 47 desempregados, 
43 desistiram de procurar empregos
 e 4 ainda procuram. 

O índice de desemprego seria ? 47%.  
Não, não. 
Pela metodologia,
 o índice de desemprego é 4%. 
Um dos melhores do mundo. 

O que também significa que se você 
conseguir convencer estes 4% 
a não procurarem mais emprego, 
chegaremos à perfeição do Conto de Fadas : 
Desemprego 0%. Ah ah

Link do artigo completo de Ricardo Amorim :

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Águas de Junho (humor)








O vídeo já está na net há meses,
mas...
junho está recomeçando agora.

Por isto está aqui.

Visto como peça de humor. 
Não concordo com a metade
das coisas ditas nele.
E não sou idiota o bastante
para achar que só o PT
tem culpa do caos brasileiro.

E não reconhecer que
(1) Os 12 anos de PT trouxeram
algumas coisas muito boas para o Brasil
(2) que o modelo de "crescimento "
do PT, baseado em encher os
bancos oficiais de crédito
para aumentar o consumo,
dando a impressão de que agora
todos ficaram ricos,
às custas do futuro,
é um modelo esgotado.

HORA DE ALTERNÂNCIA POLÍTICA.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

The Normal Heart, o drama do ano.





HBO do Brasil,
poucos dias após o
lançamento mundial em cinema,
está exibindo
THE NORMAL HEART.

Um poderoso drama,
de mais de 2 horas de duração,
sobre o início da epidemia de
AIDS em Nova Iorque
e a indiferença do
prefeito enrustido de NYC
e o governo reacionário
de Reagan,
que levou 4 anos
para pronunciar
em público a palavra
AIDS.
Quando milhares de pessoas
já tinham morrido e milhões
estavam sendo infectados.

Elenco estelar:
Julia Roberts, no seu melhor
papel no cinema;
Jim Parsons,
o Sheldon de 
The Big Bang theory;
Mark Ruffalo;
Matt Bomer,
de Crime do Colarinho Branco, etc.

Imperdível !!!


.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Aécio Neves sobre Dilma e Novembro (frase do dia do Blog do Noblat)









"Em encontro com empresários

a presidente Dilma disse que 

as coisas vão melhorar

em novembro.

Concordo com ela.

Mas, para que isto aconteça,

ela tem que perder a 

eleição em outubro."


Aécio Neves

terça-feira, 3 de junho de 2014

O sequestro do Padre Henrique, por Dr.Lurildo Saraiva. Jornal do Commercio, Recife, 3.6.14





Em 22 de abril de 1969, soube que estava incluído na lista de Medicina, da Federal, incurso no Decreto-Lei 477, com grande possibilidade de ter cassado o direito de estudar lá. O período iniciado pelo ditador Emilio Medici não veio para brincadeira, a ditadura es- tava “escancarada”, no dizer de Elio Gaspari, e sem limites. O Comando de Caça aos Comunistas (CCC) atuava com liberdade no Recife e em casas de esquerdistas, sob o beneplácito das autoridades estaduais.
No início do mês de maio daquele ano, numa segunda, como fazia habitualmente, vindo do Hospital Pedro II, adentrei na Cúria Diocesana da Rua do Giriquiti, onde me encontrava com o querido Henrique. Ele me recebeu, como sempre, com seu riso infantil e bonito. Disse-me saber que o 477 me pegara e já tinha conhecimento da iniciativa que Dom Helder tomara de conseguir bolsas de estudo no Exterior, através do Conselho Mundial das Igrejas Cristãs, onde os 47 incluídos no maldito Decreto pudéssemos terminar o curso médico.

Os jornais do fim de semana haviam estampado a quebradeira que o CCC fizera por tiros de metralhadora nas vidraças do prédio e a intensa pichação que esse Comando, composto por jovens endinheirados, fizera nas paredes do prédio secular. E, simbolicamente, com tinta vermelha: “Fora Arcebispo Comunista!” Eu andava numa tristeza danada pela perspectiva de ser expulso da Fa- culdade de Medicina, já no término 


do curso, no quinto ano médico. Quando saímos do Giriquiti, de súbito, Henrique me mostra na esquina oposta, na calçada de um pequeno restaurante, no início da Rua da Conceição, um homem de meia idade, calvo, com têmporas esbranquiçadas, altura mediana, magro, de cor moreno-clara, com sobrancelhas algo espessas, nariz afilado, terno bege, camisa branca de mangas longas, sem gravata. Ele me confessou: “Lurildo, esse homem me segue há uns quinze dias, onde eu vá, lá está ele!” Eu lhe disse: “Henrique, parece um secreta do DOPS!” Ele, 
“Deve ser. O que quer comigo?” “Sei não, tome cuidado”.



Na semana precedente ao seu assassinato, uma quinta, Henrique foi à pensão onde residia, na Rua Bispo Cardoso Aires, 223, por volta de 18h30. Convidou-me para ir ver, no Cine Boa Vista, o filme de Claude Lélouch, Um homem, uma mulher. Fomos a pé, na Conde da Boa Vista, e a seguir, na Rua Manoel Borba. Assistimos ao filme. Quando saímos do cinema, o amigo me chamou a atenção e me mostrou, de novo, o mesmo

homem, que vira anteriormente, na calçada em frente. Ele tornou a repetir: “O que esse homem quer comigo?” Tudo indicava ser uma agente da Secretaria de Segurança, eu apenas declinei, “Tenha muito cuidado!”.

Voltamos pela mesma rota que fizéramos, o dito agente a nos seguir. Usava o mesmo terno bege, surrado, como naquela segunda. Notei Henrique com certo temor, mas não se deixava dominar por medo. Ele nos seguiu até o ponto de ônibus, nas proximidades da Gervásio Pires, onde apanhou o mesmo ônibus elétrico que o amigo, em direção ao Cordeiro, onde o sacerdote residia.

Na terça de noite, na Escola de Direito, 27 de maio de 1979, vim saber do assassinato de um sacerdote na Cidade Universitária, onde foi encontrado o corpo. No dia seguinte, às 8h, Marcos Burle de Aguiar, já iniciada sua luta clandestina contra a ditadura, invade o teatrinho do Hospital Pedro II e informa a nossa turma que o morto encontrado no campus da UFPE era o do meu amigo.
Diante do seu corpo dilacerado, na Matriz do Espinheiro, para onde fui no fusca do colega Roberto Guimarães, chorei profundamente.

Um profundo sentimento de revolta brotou no meu coração, tinha, en- tão, 22 anos. Acompanhei o enterro até o Cemitério da Várzea, circunda- do pela Polícia Militar, cuja interferência brutal em um ato de fé cristã já mostrava, de modo claro, quem tinha morto o querido Padre. 

.