sábado, 31 de dezembro de 2011

Eliana Calmon é A PESSOA DO ANO.




Quando ela apareceu no Roda Viva, da TV Cultura, me senti estranhamente incomodado.
Depois descobri porque:
eu ficava procurando alguma coisa na tela.
CADÊ O SANCHO PANÇA ?

Ela não passa de um Don Quixote de saias.
Aquele Don Quixote que o Brasil precisa para desmascar tanta hipocrisia.

Sob a desculpa de serem poderes autônomos, Legislativo e Judiciário criaram verdadeiras Capitanias Hereditárias com direito à sucessão de filhos,etc.

Os políticos com todo seu cinismo pelo menos foram eleitos pelo voto.

Tudo tudo tudo
dentro da Lei,
mas com um terrível cheiro de podridão.

Nas palavras de Alberto Dines no JC desta semana,
numa matéria intitulada
ANO-NOVO DAS TOGAS ILUMINADAS:

" A bateria de holofotes acesa pela juíza Eliana Calmon Alves desde setembro, quando assumiu o cargo, é tão luminosa e promissora como a galáxia de esperanças acesa pelos fogos de artifícios nos festejos do início de cada novo ano."

"Eliana Calmon tirou o trombone da estante, tocou-o e, magicamente, do ruído fez-se a luz.
Mesmo solitária, sua indignação espalhou-se porque ao examinar posturas e procedimentos de ALGUNS magistrados, movimentou os desconfortos engolidos e tormentos camuflados na alma de milhões de brasileiros que o dia inteiro resmungam e remoem queixas contra a impunidade."

P.S.: Também tenho pensado se não é hora do Brasil passar 10 anos sob o comando das mulheres. Executivo, Judiciário e Legislativo só de mulheres.
Os políticos brasileiros já se mostraram um fracasso humano.
São soberbos e arrogantes demais.
Não têm nenhum senso de História e Futuro ( FHC é uma exceção).
Querem apenas exercer poderes e acumular uma botija de dinheiro e bens para si e para os seus, na sua velhice infeliz.


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Charles Bukowski






há um pássaro azul no meu coração
que quer sair
mas eu sou demasiado duro para ele,
e digo, fica aí dentro,
não vou deixar
ninguém ver-te.

há um pássaro azul no meu coração
que quer sair
mas eu despejo whisky para cima dele
e inalo fumo de cigarros
e as putas e os empregados de bar
e os funcionários da mercearia
nunca saberão
que ele se encontra
lá dentro.

há um pássaro azul no meu coração
que quer sair
mas eu sou demasiado duro para ele,
e digo, fica escondido,
queres arruinar-me?
queres foder-me o
meu trabalho?
queres arruinar
as minhas vendas de livros
na Europa?

há um pássaro azul no meu coração
que quer sair
mas eu sou demasiado esperto,
só o deixo sair à noite
por vezes
quando todos estão a dormir.

digo-lhe, eu sei que estás aí,
por isso
não estejas triste.
depois,
coloco-o de volta,
mas ele canta um pouco lá dentro,
não o deixei morrer de todo
e dormimos juntos
assim
com o nosso
pacto secreto
e é bom o suficiente
para fazer um homem chorar,
mas eu não choro,
e tu?

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Chistopher Hitchens, 62. Que metralhadora giratória!!!




2 semanas atrás a Terra perdeu um dos seus melhores cérebros: Christopher Hitchens (CH).
Inglês, mas morando há décadas nos EUA, era jornalista, ensaísta, crítico e, sobretudo, polemista.

Como mostrou Paulo Freire, alfabetização se torna mais efetiva quando acompanhada de conscientização.

Vou mais além.
As pessoas deveriam ser alfabetizadas com polemistas como Paulo Francis, George Orwell e CH.

Vivemos num mundo cada vez mais segregado.
Evangélicos só ouvem músicas evangélicas, só lêem livros evangélicos, só conversam com evangélicos, evidentemente sobre religião.
Muçulmanos e católicos, idem.
Esquerdistas e direitas, idem.
É uma pena !!!

Eles não entendem que a mente só exerce a mais nobre das artes do pensar, A REFLEXÃO, quando confrontada com o seu oposto.

CH não mediu esforços para não deixar pedra sobre pedra, em muitos assuntos.
Além de criar termos que causaram tremores nos politicamente corretos como "o fascismo com uma face islâmica" detonou:

1. Kissinger, num livro poderoso, em que o acusa de ser um dos maiores assassinos do século XX e fez que o mesmo parasse de viajar para outros países, com medo de ser preso como Pinochet foi em Londres.

2. o casal Clinton e a família real inglesa foram traçadas por ele.

3. um livro cujo título em português é "DEUS não é grande. Como a religião envenena tudo." Só aceitava chamar o Papa Bento XVI de Senhor Ratzinger, pois dizia que ele não era o seu Papa.

4. não perdoou sequer a incensada Madre Tereza de Calcutá, com um devastador "A posição missionária: Madre Tereza na teoria e na prática."

5. seu último livro "Arguably", coletânea de ensaios, ainda sem tradução brasileira, foi saudado pelo NYTimes como um dos 10 melhores de 2011.

Há menos de 2 anos foi diagnosticado com câncer de esôfago e sabia que não teria mais do que poucos meses de vida.

Repetidas vezes afirmou que não se arrependia de chamar o seu uísque de "meu café da manhã" nem do tabagismo.
"Talvez alguns dos meus melhores pensamentos tenham vindo das ressacas e de mergulhar no fundo do poço".

Anotem o nome do rapaz.
Você não tem que concordar ou discordar deste tipo de escrito, você tem que ler.
A nossa capacidade mental só depura diante de argumentos que não concordamos.

Como não acreditava em Deus, não adianta dizer: Vai em paz, CH!
Ele diria que não estaria indo a lugar nenhum e que a morte física era também o fim de uma pessoa.
Mais um ponto de reflexão... para todos.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A mãe de todos os relógios.






terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Etiqueta masculina em 2012.






1. Um homem se veste como um homem. Bermuda na empresa, só se você for sonâmbulo.

2.Um homem não deve pedir desculpas por estar olhando para um decote, a não ser que seja de uma parenta em primeiro grau.

3.Abra a porta para elas. Até para sua ex-mulher antes de entrar no escritório de advocacia para assinar o divórcio.

4. Cerveja, sim. Uísque, sim. Vinho, sim. Não aceite nenhum drinque com cor de esmalte de prostituta. Caipirinha de saquê está no limite da irresponsabilidade. A não ser que seja de graça.

5. Jamais queira saber porque você não foi convidado para uma festa.

6.Casamento é para sempre, mesmo que dure 3 meses.

7. Sua sogra não é sua amiga.

8. ATENÇÃO: cadarço grosso + solado de borracha + tiras de velcro + cor caramelo = SAPATÊNIS. Jogue fora seu sapatênis. E o do seu vizinho. Ofereça uma recompensa para as pessoas que jogarem os delas fora.

P.S.: parte de um engraçado artigo de Kika Brandão, que apareceu na ótima revista Alfa, de dezembro de 2011.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Nosso Natal tem Brasil



domingo, 25 de dezembro de 2011

Orlando Caetano: Natal dentro de mim, Lisboa, 1960.






"Ouço anjos cantar harmonias divinas!
Nova estrela vem os Magos guiar.
Pastores lá vão ao presépio adorar
O Messias, nascido entre palhas: Natal!


Adorai, Cristo é vindo!
Adorai, Cristo é vindo!
Aleluia! Natal!

Que dia feliz, oh que dia bendito!
Salvação e paz aos homens chegou!
Que dia feliz quando em mim Ele entrou.
E em minh'alma houve então verdadeiro Natal!

Adorai, Cristo é vindo!
Adorai, Cristo é vindo!
Aleluia! Natal! "


sábado, 24 de dezembro de 2011

Soneto (de Natal), Baltasar Estaço, século XVI




Amor sublime, eterno, incompreensível,
amor que o torpe amor converte em puro,
amor que ao duvidoso faz seguro,
amor que tudo vê sendo invisível.

Amor que faz suave ao insofrível,
amor que mostra claro o que era escuro,
amor que faz mais brando o que é mais duro,
amor que facilita ao impossível.

Amor que tudo vence e tudo apura,
o homem com seu Deus pacificando
quis que este Deus ao homem se juntasse.

E juntos o criador e a criatura,
que a criatura em Deus ficasse amando
e Deus nas criaturas sempre amasse.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Mentiras...







"NUNCA SE MENTE TANTO,

QUANTO ANTES DE UMA ELEIÇÃO,

DURANTE UMA GUERRA E

DEPOIS DE UMA PESCARIA."

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

O Céu e o Inferno




"Uma vez um homem ganhou a graça de visitar o céu e o inferno.

Primeiramente ele foi para o inferno
onde almas torturadas
sentavam-se em torno de uma mesa
cheia de comida
mas passavam mal e uivavam
de fome.

Cada alma tinha uma colher,
mas as colheres eram tão compridas
que elas não conseguiam por a comida na boca.

A frustração era o que as torturava.

- E no céu ?

No céu, para sua surpresa,
o homem viu as almas bem aventuradas
sentadas em mesas cheias de comida.

Elas estavam alimentadas
e felizes.
Cada uma tinha uma colher,
que era igual à colher que havia no inferno.

Mas elas conseguiam comer,
PORQUE UMA ALMA
DAVA COMIDA PARA OUTRA."

Bela história contada no seriado
Boardwalk Empire



quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Barcelona: 7 lições para o futebol brasileiro




O Diário de Pernambuco de ontem publicou interessante artigo não assinado.

Reproduzo os ítens e algumas observações minhas :

1. RECICLEM OS SEUS TÉCNICOS.
Nenhum aspecto do futebol brasileiro parece mais entregue às forças do sobrenatural. O técnico só exige força física e "alguém que decida". O time de Guardiola mostrou que não precisa de brucutus e o lema é : "a bola é minha e eu faço dela o que eu quiser".
Time trocando de técnicos a cada 3 partidas é aberração maior.
O futebol científico ainda não despertou do seu sono eterno nos campos do Brasil.
O resultado foi este jogo humilhante.

2.Parem de apostar em solistas.

3.Reaprendam a trocar passes.

4. Apostem na versatilidade.
Jogador que só sabe fazer uma coisa é ultrapassado.

5. Ressuscitem o camisa 10.

6. Mantenham a qualidade.

7. Voltemos a formar atletas e times.

P.S.: Infelizmente a página do DP na internet é fechada só para assinantes.
Por isto não coloco o link aqui.



terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Recenseamento 2012





A RÉPLICA DO MILLÔR

Millôr Fernandes lançou um desafio:
- Qual a diferença entre
Político e Ladrão?

Resposta de leitor:

- Caro Millôr, após longa pesquisa cheguei a esta conclusão: a diferença entre o político e o ladrão é que um eu escolho, o outro ele me escolhe.

Estou certo?
Fábio Viltrakis, Santos-SP.

Réplica do Millôr :

- Puxa, Viltrakis, você é um gênio...

Foi o único que conseguiu achar uma diferença!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Tarana, a menina do vestido verde.





Tarana, 12 anos, é de Kabul, Afeganistão.
Um país miserável que há dezenas de anos vem sendo invadido por outros países.
Em 6 de dezembro colocou seu melhor vestido, verde que é a cor do Islã, e foi à rua com os familiares, assistir os desfiles da Ashura, um feriado sagrado para os Shiitas, que são minoria no país.

Um homem bomba se explodiu no meio da multidão, matando 80 pessoas e ferindo centenas.
Tarana, cujo nome significa Melodia, foi ferida por estilhaços nas pernas.
Perdeu 7 parentes, entre eles Shoaib, 7 anos, seu irmão mais novo.

Um país onde escolas primárias de meninas são atacadas com tiros e bombas, porque muitos pensam que mulheres não devem ser alfabetizadas.

A explosão derrubou Tarana.
Quando levantou não conteve os gritos de horror, com a carnificina.
O fotógrafo da AP Massud Hossaini registrou a cena, e deixou uma imagem iconográfica do que foi 2011.

Nosso também o horror, o horror, o horror, como disse Joseph Conrad.






domingo, 18 de dezembro de 2011

O Yorkshire, a enfermeira e nossos grosseiros erros de auto-avaliação.




"Sou uma pessoa tranquila.
Amo meu maridão,
meus filhos
e meus cachorrinhos.
Enfermeira por amor. "

Difícil imaginar que quem escreveu este próprio perfil
aparece num filme de 3 minutos,
feito pelo vizinho sem ela ver,
matando a chutes o seu Yorkshire
de poucos quilos e poucos centímetros.
Tudo isto em Formosa, 80 kms de Brasília
e uma enfermeira de 22 anos.

Não quero, e não devemos, julgar ninguém.
Uma das coisas que mais me impressionou na vida foi a total falta de sintonia entre a avaliação que as pessoas fazem delas próprias e a realidade.

Poucas vezes para menos,
muitas para mais.

Explicável o sorriso no canto do lábio cada vez que vejo no orkut alguém que é "feliz demais" ou tem "o maior amor do mundo".
Coitados !!!

Como disse Freud mais de 100 anos atrás, nós somos animais irados, assaltados a cada instante por uma força diabólica e intratável chamada THANATOS.
Cabe à nós e à civilização usar o restrito cabestro nesta força.
Quando ficaremos livres destes impulsos ?
Nunca... de meio dia prá tarde.




sábado, 17 de dezembro de 2011

Joãosinho Trinta morre aos 78 anos.




JOÃOSINHO TRINTA ( assim com "s" mesmo) morreu hoje aos 78 anos.
Depois de mais de uma década de graves problemas de saúde, incluindo vários AVCs.

Carnavalesco e artista brasileiro de cultura popular da mais absoluta genialidade.

Deixou de lado as "cópias" luxuosas que eram a tônica e a modorra dos desfiles das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e injetou interjeições em alto volume.

No desfile da Beija Flor em 1989, na frente de uma imagem do Cristo Redentor coberta com um pano negro ( a justiça havia proibido a exibição da imagem religiosa ), colocou uma comissão de frente vestida em farrapos e inesquecível coreografia.

Fiquei paralisado no sofá com a ousadia, a beleza e o impacto.
Muitos brasileiros devem ter sentido o mesmo.

Foi um momento icônico da arte moderna brasileira.

Se tivesse nascido num país rico teria sido um cenógrafo de ópera na estatura de Patrice Chéreau.

Morreu no seu Maranhão que tanto amava.

Imaginem um desfile no céu com música de Mozart e cenografia de Joãosinho!
Os anjos iriam se deliciar!

Obrigado Joãosinho, em nome do Brasil.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Jane Siberry - LOVE IS EVERYTHING.



"AMOR É TUDO"

Uma música e uma interpretação que eu gostaria de levar para a eternidade.




.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Parabéns aos paraenses.




Parabéns aos irmãos brasileiros do Pará pela rejeição em plebiscito para a divisão do Estado em 3.
Quaisquer que tenham sido as motivações de qualquer grupo que não aceitou a idéia, o resultado é o melhor possível.
Não vai resolver qualquer dos grandes problemas que a região pobre e extensa leva em seu bojo.

As questões agrárias e a ausência do estado serão resolvidas com melhor gerenciamento e mais dinheiro e mais justiça para os bandidos do agronegócio, e não construindo mais palácios e tribunais e aumentando a quantidade da desacreditada classe política brasileira.

Parabéns aos paraenses!!!
Agora é trabalhar, trabalhar, trabalhar...
e comer um doce de cupuaçu de sobremesa.
O melhor doce do mundo !!!


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Pe. Daniel Lima








"... e no final da viagem,
essa lição de ternura e compreensão,
que marcará a alma até o último instante
desta aventura no tempo:
sempre algo de bom ficou de mim,
nos que me conheceram;
sempre algo de bom ficou em mim,
de tudo o que conheci.

O nome desta coisa tão simples e verdadeira
É ALEGRIA.

E ela é a razão de ser da própria vida.
Meus amigos, valeu ! "


Recife, 2011.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ex-presidentes desancados pela VEJA.





Crítica, num estado democrático, é sempre bem vinda.
É uma oportunidade de ouvir opiniões, concordantes ou não, e criar interesses baseados nestas visões.
Muitos filmes, livros,etc, nós só conhecemos e vamos comprovar, depois de ver alguma crítica, em algum lugar.

Às vezes o crítico transmite um amargor demasiado.

Foi o que aconteceu com Augusto Nunes, na VEJA desta semana.
Ele resenhou o livro de Fernando Henrique Cardoso, contando como ele vê a vida e o mundo do alto dos seus 80 anos.

Ninguém pode discordar que FHC é um ex-presidente à parte.
Se não chega a ser, como ele diz, "nesta primavera, Collor e Sarney, 2 ex , agonizam no Senado e Lula escolhe candidatos a prefeito", mas tem um fundo de verdade.

Como também tem muito de verdade a frase que abre o artigo:

"A lista de ex-presidentes brasileiros é uma galeria de exotismos, de napoleões de hospício a gatunos patológicos.
A exceção límpida é FHC, confirma o seu livro "A soma e o Resto."

Agora, não sei de onde ele tirou esta outra conclusão:
"... Dilma Rousseff é a primeira mulher a chefiar o governo, e provavelmente a primeira figura a governar um país sem conseguir expressar-se de modo inteligível."

Carregou nas tintas, Augusto.
Pode ter sido uma bela frase de efeito, mas muito injusto com a Dilma.
Nunca deixei de entender direitinho o que ela diz,
mesmo quando não concordo com tudo.


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Rir é o melhor remédio.








Casal idoso num cruzeiro atingido por uma tempestade.
Sentados na traseira do navio, olhando a lua, veio uma onda e carregou a velha senhora.

Procuraram mas não a encontram.

O viúvo desembarca, à espera de notícias.

Três semanas e recebe um fax:
"Lamento informar que encontramos o corpo de sua esposa no fundo do mar. Nós a içamos e, preso a ela, havia uma ostra.
Dentro da ostra tem uma pérola de $50.000 dólares."

Diga-nos o que fazer.

O velho responde:
"Mande-me a pérola e pode atirar a isca novamente."

domingo, 11 de dezembro de 2011

Concha Buika e Javier Limón



sábado, 10 de dezembro de 2011

Buíque e sua dor sem fim.






Sem medidas, a tragédia que matou 34 trabalhadores da nossa quase vizinha Buíque que voltavam de temporada de corte de cana no Mato Grosso do Sul.

Não vou relembrar os detalhes do acidente.

O que me impressionou:

1. que as estradas da Bahia continuem matando tanta gente.
Já deveriam ser duplicadas e melhoradas há muito tempo.
São incontáveis as vítimas, até as mais improváveis como ROLF GELEWSKI, um extraordinário místico e pensador alemão, que dirigia a Casa Sri Aurobindo, em Salvador.

2. que a impunidade continue sendo a regra neste tipo de acidente. A mentalidade brasileira é de quase culpar as vítimas por estarem naquela hora, naquele lugar.

3. a presteza do governo de Pernambuco, o que me deixou muito orgulhoso. Na primeiríssima hora já colocou ambulâncias e aviões do Estado para transportar mortos e feridos até os seus destinos. Mostrou que o Poder Público não é feito apenas para apossar-se dos privilégios do Brasil. Também deve ser dividido com o seu povo. É uma coisa que o pessoal do Judiciário sequer cogita. E o Executivo quase nunca. Parabéns ao Governador Eduardo Campos. Foi um alívio no sufoco da dor dos parentes.


4. que trabalhadores continuem se afastando das suas origens e das suas famílias por meses, para cortarem cana milhares de quilômetros distante do seu lar e para ganhar pouco mais de salário mínimo.

Isto num país que acabou de pagar nos primeiros meses do ano a estonteante quantia de 261 BILHÕES de reais aos bancos...
SÓMENTE DE JUROS.

Isto é quase um acinte, uma provocação ao povo brasileiro.

Que tristeza !!!

P.S.: foto da pintura de Mari Hirata, "A beleza e a dor número 9"

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Lênin falando pelo Brasil de hoje.




"É preciso passar imediatamente à insurreição..
Palavra de ordem:
todo poder aos sovietes,
a terra para os camponeses,
a paz para os povos,
o pão para os esfomeados.

A vitória é certa.
E, numa proporção de 9 sobre 10,
sem derramamento de sangue.

Esperar é um crime
contra a revolução."

EU: na política e corrupção brasileira atual, acrescentaria:
"É preciso "regular a mídia" , sobretudo a Rede Globo e a Editora Abril, para elas não estarem expondo os pôdres dos poderes.
É preciso passar as "consultorias"para nós."
"Nós", neste caso, não significa apenas petista.
Muitos figurões do governo FHC saíram do governo direto para "consultorias", ensinando o caminho das pedras para driblar as brechas legais de um Estado que eles mesmos ajudaram a construir, e sabem onde cavar lucros bilionários.
kkk

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Take me back to Piauí, Juca Chaves




"Meu Deus, meu Deus,
me leve de volta pro Piauí!!!


Hey hey, dee dee, take me back to Piauí. Hey hey, dee dee, take me back to Piauí

Adeus Paris tropical, adeus Brigitte Bardot.
O champanhe me fez mal, caviar já me enjoou.
Simonal que estava certo, na razão do patropi.
Eu também que sou esperto, vou viver no Piauí!

Hey hey, dee dee, take me back to Piauí. Hey hey, dee dee, take me back to Piauí.

Na minha terra tem Chacrinha, que é louco com ninguém.
Tem Juca, tem Teixeirinha, tem Dona Hebe também.
Tem maçã, laranja e figo;
banana quem não comeu?
Manga não, manga é um perigo!
Quem provou quase morreu!

Hey hey, dee dee, take me back to Piauí. Hey hey, dee dee, take me back to Piauí

Mudo meu ponto de vista, mudando de profissão.
Pois a moda agora é artista
ser júri em televisão.
Tomar banho só de cuia,
comer jaca todo mês.
Aleluia, aleluia, vou morrer na BR-3!

Hey hey, dee dee, take me back to Piauí, everybody.
Meu Deus, Meu Deus, take me back to Piauí. Hey hey, dee dee take me back to Piauí.