segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Egito ... e como Assange-Wikileaks pode estar revolucionando o mundo árabe.


Os próximos dias dirão se haverá um novo Egito e com que ele irá se parecer.
Desejo que não seja com o Irã.
Ou será com a Tunísia?
Ou talvez com o Brasil, onde tudo mudou... prá poder ficar do mesmo jeito.

A Nova República brasileira tirou a farda e pouco mais.
Existe liberdade de imprensa, mas, longe das grandes cidades, é melhor não botar o pescoço prá fora.
A corrupção e as maracutaias políticas que cobram um brutal preço econômico e cultural a qualquer país, só fizeram se sofisticar.

O cofre de 16 milhões de dólares (em dinheiro de hoje), que Ademar de Barros guardava na casa da amante, agora se chama mensalão.

O essencial do vídeo abaixo, que mostra familiares esperando no necrotério pelos seus mortos nas passeatas, está no minuto 1.00.

Um parente diz com serenidade: "Eles atiraram na multidão prá matar. (Mubarak, o presidente) Saia do governo. Nós todos lhe odiamos. Todos os egípcios lhe odeiam. Vá embora! "

Mais que desespero ou gritos, justos, é este tipo de gente que derruba governos.



Neste outro vídeo abaixo, uma cena tão fundamental para a compreensão da história do Egito, como as pirâmides:

06 de outubro de 1981. Parada militar no "paradódromo"perto do Cairo.
A própria construção, num lugar distante, fora feita por conta da segurança.

O já presidente por 11 anos Anuar El Sadat sabe que é odiado por ter feito acordos com Israel. Sua segurança pessoal tem 4 "muralhas".

Para evitar surpresas, todos os militares da parada usam munição de fantasia.
A esquadrilha aérea sobrevoa o palanque, lançando fumaça com as cores do Egito.
Os caminhões militares passam no desfile.
Um caminhão pára em frente do palanque das autoridades, dando a idéia de que vai cumprimentar o Presidente. Dele salta o Tenente Khalid Islambouli, 26 anos, com as melhores notas da Academia Militar. Com a ajuda de 4 outros militares que descem do caminhão, joga 3 granadas. Só 1 explode. Atinge o presidente com 57 tiros. Mata de quebra o Arcebispo Ortodoxo, o Embaixador de Cuba e mais 5. Fere 28.

Estava inaugurado o terrorismo-espetáculo.
O mundo nunca mais seria o mesmo.



P.S.: Uma grande ironia de toda esta confusão é que analistas acham que os protestos na Tunísia começaram por conta dos incontáveis atos de corrupção no governo tunisiano, que as notas do Wikileaks revelou.
Este blog que elegeu Assange (mesmo sem concordar com muita coisa dele) como o Homem do Ano, acertou mais do que a TIME, que elegeu o criador do Facebook para o título.

O Facebook é apenas um Orkut dos países ricos.. e mais nada.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Placido Domingo, 70.




PLÁCIDO DOMINGO completou 70 anos semana passada.
A Espanha honrou um dos seus filhos mais famosos com uma Noite de Gala, no dia 21, no Teatro Real, em Madrid, em sua homenagem, com a presença da realeza.
Vários grupos do Yahoo já colocaram o vídeo para baixar, incluindo em HD, numa pasta de mais de 4 gbs.
O concerto foi transmitido para toda a Europa.

Nenhuma comemoração pode alcançar a justa medida do que seria a estatura musical de PD.
Na sua carreira de tenor, maestro e admistrador musical, que já completa 53 anos de crescente sucesso. Nenhum outro tem um feito destes no mundo da ópera.

As pessoas em geral se lembram dele por conta do show dos "3 tenores", com Carreras e Pavarotti, especialmente no primeiro show em Roma, antes da final da Copa do Mundo de Futebol de 90 e com regência de Zubin Mehta. O mundo foi nocauteado com a potência vocal de Pavarotti, sobretudo. Depois fizeram outras apresentações de"3 tenores", bem fraquinhas em qualidade e interesse.

Mas foi no mundo elitizado da ópera onde ele teve este longo reinado de mais de 50 anos de carreira.
Sem ter o timbre, nem a potência vocal de um Pavarotti, Bjorling, Caruso, Gigli,etc, teve uma vastidão de repertório inédito no mundo do canto lírico.
Tudo o que fez, se não foi o melhor, esteve na elite dos melhores.
Seja no canto menos exigente de Aída, Othelo ou Carmen, ou no bate estaca de várias óperas de Wagner, onde brilhou, como sempre, com competência e muito trabalho.

Parabéns Plácido.
Já na história da ópera, em qualquer tempo.
P.S.: também muito boa gente.
Se engajou em causas humanitárias e filantrópicas da maior importância.


Esta foto é do primeiro "3 tenores", 1990, Roma.
O melhor dos agrupamentos.
Foi uma boa iniciação à ópera para muitos.
Despertou um apetite que mais gente deveria cultivar.


sábado, 29 de janeiro de 2011

"Lidando com Assange e os segredos que ele espalhou"




O jornalismo, com todas as suas imperfeições e parcialidades, é uma das maravilhas do mundo moderno.
O bom jornalismo, como o do New York Times e tantos outros, é uma das minhas maiores fontes de prazer.

São manjares que degusto com satisfação.
A notícia e a história da notícia.

É com um prato assim tão saboroso que o NYT brindou os seus leitores na edição de 3 dias atrás, com uma matéria escrita pelo seu editor, Bill Keller, que ocupa 15 páginas A4, mas pode ser lida on line, no link abaixo:


"Lidando com Assange e os segredos que ele espalhou"é uma pérola de leitura.

Abaixo o link do artigo do novo e ótimo blog do Gabeira, dentro do site do Estadão, em que ele me chamou a atenção para o artigo:


P.S.: Em contraste, o jornalismo pernambucano teve um triste momento esta semana. O JC e o DP gastaram uma página quase inteira, no mesmo dia, para elogiar o PACTO PELA VIDA. Comparando com Bogotá, Nova Iorque,etc. Só esqueceram de checar os dados do Congo e Carziquistão.
Não entendi nada do que quiseram dizer.
Parecia uma matéria paga.
Ambos esconderam o principal:
PELAS ESTATÍSTICAS OFICIAIS quantas pessoas foram assassinadas em Pernambuco nos últimos 3 anos? Em lugar nenhum da enorme reportagem tinha este, que deveria ser o dado mais importante.


sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Poema de agradecimento à corja, de Joaquim Pessoa, poeta português.





Obrigado, excelências.
Obrigado por nos destruírem o sonho e a oportunidade
de vivermos felizes e em paz.


Obrigado
pelo exemplo que se esforçam em nos dar
de como é possível viver sem vergonha, sem respeito e sem dignidade.


Obrigado por nos roubarem. Por não nos perguntarem nada.
Por não nos darem explicações.


Obrigado por se orgulharem de nos tirar
as coisas por que lutámos e às quais temos direito.
Obrigado por nos tirarem até o sono. E a tranquilidade. E a alegria.


Obrigado pelo cinzentismo, pela depressão, pelo desespero.


Obrigado pela vossa mediocridade.
E obrigado por aquilo que podem e não querem fazer.
Obrigado por tudo o que não sabem e fingem saber.


Obrigado por transformarem o nosso coração numa sala de espera.
Obrigado por fazerem de cada um dos nossos dias
um dia menos interessante que o anterior.


Obrigado por nos exigirem mais do que podemos dar.
Obrigado por nos darem em troca quase nada.
Obrigado por não disfarçarem a cobiça,a corrupção, a indignidade.

Pelo chocante imerecimento da vossa comodidade
e da vossa felicidade adquirida a qualquer preço.
E pelo vosso vergonhoso descaramento.


Obrigado por nos ensinarem tudo o que nunca deveremos querer,
o que nunca deveremos fazer, o que nunca deveremos aceitar.
Obrigado por serem o que são.
Obrigado por serem como são.
Para que não sejamos também assim.
E para que possamos reconhecer facilmente
quem temos de rejeitar

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

(5 P ) PACTO PELO PARTO das PERNAMBUCANAS... POBRES.




Uma reportagem desta semana na internet, mostrando uma parturiente recifense que perambulou por 3 maternidades, e, na de referência, da Encruzilhada, foi sugerido um encaminhamento para Vitória de Santo Antão, levantou a minha bandeira vermelha.

Os municípios pernambucanos descobriram que é mais barato encaminhar todas as gestantes para Vitória, do que pagar a médicos para fazerem os partos.
Há poucas semanas atrás, trabalhando como pediatra, atendi 8 fichas de crianças entre 0 e 2 anos. TODAS residiam em Pesqueira, mas TODAS tinham nascido em Vitória.

Pode até render um Prêmio Nobel de economia aos diversos gestores de municípios do estado, pelo dinheiro que estão poupando, mas é um exercício de extrema crueldade fazer mulheres na hora do parto viajarem 150 kms (no caso de Pesqueira) para darem à luz dos seus filhos.

Obrigado

P.S.: Carta que encaminhei ao Jornal do Commercio.
Não é um problema específico de Pesqueira.
É de todo Pernambuco e deveria ter uma solução mais decente como, por exemplo, uma central de parto de diversos municípios VIZINHOS, que não ficassem a 150 kms.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Jack McBrayer, aliás KENNETH PARCELL, the best.



Frank Capra na sua autobiografia e documentário do mesmo nome UM HOMEM ACIMA DO TÍTULO, insiste em como sempre escolheu com maior interesse cada figurante.
Aquele rosto que aparece durante 10 segundos rindo, no meio da rua, por exemplo.
Para ele, estas pessoas eram tão importantes como os atores principais e coadjuvantes.

Jack Mc Brayer não é um figurante no seriado 30 ROCK.
Em alguns episódios ele está no quarteto que mais fica em cena.

A graça e a inteligência com que ele interpreta o filho de um criador de porcos da Geórgia que vira office boy do estúdio de produção de um programa de TV é impagável.
Ajudado por um roteiro primoroso que coloca em sua boca situações divertidas, pode dar asas ao seu talento .

Degusto cada episódio, em especial pela presença dele.
(Tina Fey, Alec Baldwin e Tracy Jordan também são fenomenais).

A primeira temporada de outro seriado, NURSE JACKIE, me encantou pela Edie Falco como uma enfermeira moderna e nova iorquina, viciada em analgésicos, mas muito pelo enfermeiro Mo Mo de La Cruz, interpretado pelo Haaz Sleiman.
O personagem foi cortado na segunda temporada e perdeu a metade do seu brilho.
Foi uma pena!!!

Na Wikipedia em inglês tem um verbete muito bem editado sobre todas as trapalhadas do personagem Kenneth Parcel:


Abaixo o pessoal principal do seriado 30 rock:




terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O velhinho mineiro





O velhinho, mineiro de Berlandia, está no hospital, nas últimas...


O padre está ao seu lado para dar a extrema-unção.
Diz ao seu ouvido:
- Antes de morrer, reafirme a sua fé em nosso
Senhor Jesus Cristo e renegue o Demônio.


E o velhinho quieto..
O padre insiste:
- Antes de morrer, reafirme a sua fé em nosso Senhor Jesus Cristo e renegue o Demônio.
E o velhinho..... nada.


E o padre:
- Por que não quer renegar o Demônio?

O velhinho:

- Enquanto num soubé pronde vou, num quero ficá de mal cum ninguém!!!


P.S.: Bela foto do aboiador Zé Preto, tirado de um blog na internet.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Labirintos do consumidor: 3 historinhas.



1 - Um selo parecido com este fica colado em cada televisor novo. É a indicação do PROCEL (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) da eficiência e do consumo do aparelho. Deveria ser... mas não é.

Porque indústrias e órgãos regulatórios ainda não chegaram à conclusões sobre televisores ligados, o que o selo mostra é o CONSUMO DE ENERGIA COM O TELEVISOR DESLIGADO, EM STAND BY.

80% dos consumidores brasileiros dão algum poder de decisão a este selo. Mas não sabem desta informação. Compram gato por lebre. O consumo do televisor desligado é apenas 2% do consumo.


2 - por que alguns pães integrais são quase pretos e densos como uma madeira ? E outros são quase tão brancos como o pão francês comum e leves como ele?
No Brasil ainda não existe legislação nem obrigatoriedade de colocar a percentagem de integral. O alimento pode ter de 1 a 100% do cereal integral. E todos eles podem alardear esta qualidade da mesma maneira.

3 - o fato de um biscoito usar um cereal integral, não anula a forma da fabricação dele e o seu pouco benefício para a saúde. Entre as neuras de antigamente, a idéia de que dieta de pessoa doente era biscoito e chá. É uma dupla que mais tem a atrapalhar do que a ajudar à maioria das doenças.

Algumas proclamações só escondem diferentes malefícios.
O famoso "SEM GORDURAS TRANS" muitas vezes só esconde a substituição da mesma por açucar, o que vem a dar no mesmo. É como trocar 6 por meia dúzia.

P.S.: cereais integrais seriam menos danosos se não estivessem cheios de açucar. O açucar anula qualquer benefício desta forma de apresentação.



domingo, 23 de janeiro de 2011

Ambição é a disposição...





" AMBIÇÃO

É A DISPOSIÇÃO DE MATAR

AS COISAS QUE VOCÊ AMA

E DEVORÁ-LAS

PARA SOBREVIVER."


EU : Esta frase apareceu no episódio desta semana do seriado de humor 30 ROCK. Dita pelo personagem de Alec Baldwin, Jack Donaghy.
E ele mostra a almofada que está em cima do seu sofá, com a frase bordada:
"AMBITION IS THE WILLINGNESS TO KILL THE THINGS YOU LOVE AND EAT THEM TO STAY ALIVE."

Como toda frase de efeito, a maioria delas sem pé nem cabeça, não sou contra nem a favor. Depende da interpretação de cada um. Se acho que a ambição deve ignorar o padrão ético de toda uma humanidade decente (o que não inclui os políticos brasileiros, claro!) para realizar seus propósitos? Evidentemente, não.

Embalado pelos velhos filmes de Frank Capra, ainda acredito na beleza, na bondade, na serenidade e na delicadeza.

Os "sonhos" de 99,99% da humanidade são simplórios demais para serem estimulados. Quando concretizados, viram pesadelos.

Berlusconi e os nossos notáveis jogadores de futebol (Adriano, Ronaldinho Gaúcho e milhares de etc) são um exemplo de como glória, milhões na conta do banco e um insuportável vazio existencial só levam às drogas, amizades tendenciosas e um buraco na alma maior do que as grutas do desastre ambiental do Rio de Janeiro.

Se alguém tiver a menor evidência que depois de uma noitada numa boate de Milão regada a muito dinheiro, sexo grupal e drogas em geral, algum destes atletas se deitou na sua cama se sentindo uma pessoa melhor, mande me dizer.
Será uma surpresa.

O próprio exibicionismo da sua relação sexual ou do sexo grupal, é uma demonstração de que escolheram o triste caminho do poder, em lugar do amor.
Pena que nenhum tenha assistido O ANEL DOS NIBELUNGOS, de Richard Wagner, prá saber direitinho qual é o destino desta indigesta disputa (entre o amor e o poder, já que dificilmente alguém consegue equilibrar os dois).

sábado, 22 de janeiro de 2011

A Tunísia, sua revolta popular e o risco de contágio para o restante dos países árabes.





"A alma árabe está quebrada

pela pobreza,

pelo desemprego

e pela recessão generalizada.


Os problemas políticos,

muitos dos quais

não solucionados,

têm levado o cidadão árabe

a um estado sem precedentes

de raiva e frustração."


Amr Moussa,
Secretário Geral da Liga Árabe,
depois da deposição do presidente da Tunísia,
que parecia eterno.

Revolta ameaça se espalhar para
todos os países árabes,
onde famílias têm palácios
com torneiras de ouro,
à custa das riquezas do país,
e o restante do povo vive
de migalhas e privação.


sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Obesidade. Por onde começar ? 5-2-1-0



Nem crianças nem adultos vão dormir magros e acordam obesos.
É um longo e tenebroso e silencioso processo de engorda.
Uma atitude que não é mais uma questão estética, apenas.
No futuro viverão menos, terão dezenas de doenças que não precisavam ter.

Os americanos estão em busca destas respostas.
12 milhões de crianças e adolescentes obesos.
Em 40 anos o índice de crianças obesas passou de 5 para 15%.
Meninos hispânicos e meninas negras têm o mais alto índice.

A maior parte vive em uma família que reproduz um ambiente de engorda.

Quando chegam no médico, entramos em pânico.
Numa questão de tantas facetas, por onde começar?

Um projeto da Universidade de Harvard e o estado do Maine, dá uma luz.

A regra é:

5 - 2 - 1 - 0.

1 - coma mais de 5 porções de frutas e vegetais por dia.
2 - passe o máximo de 2 horas por dia em frente de um televisor (inclui canais e vídeo game).
3 - faça 1 hora ou mais de atividades físicas por dia.
4 - 0 (ZERO) de bebidas açucaradas como refrigerantes e sucos. De líguidos, água, leite desnatado e, se gostar, um pouco de café.

EU: Não é uma fórmula mágica.
Não transformará adolescentes com excesso de peso em Gisele Bunchen.
Mas já é um primeiro passo.

O problema é convencer pessoas que se deixaram ganhar peso a vida toda a começar a perdê-los. Ou mudam o estilo de vida... ou nada conseguirão.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Globo de Ouro... ainda.


A entrega do troféu O Globo de Ouro de 2011 foi um show à parte.
Empatou ou suplantou o glamouroso Oscar.

A TNT exibiu com a tradicional tradução engasgada
de Rubens Ewald Filho e companhias.

O melhor do show foi 1 hora de tapete vermelho, na chegada.
Uma amostragem sublime da Alta Costura.
Vestidos belos ou estranhos -ou ambos-.
Helen Mirrem com um colar da Cartier
com uma chuva de diamantes.
Deve chegar perto do milhão de dólar.

Alguns dos meus favoritos foram vencedores:
- Claire Danes por Temple Grandin.
(A verdadeira estava na cerimônia.
Foto dela abaixo.)

- Jane Lynch e Chris Colfger de Glee.
Sendo ele o adolescente que é mau tratado por ser gay e afetado.
- Steve Buscemi que dá aula de interpretação em Boardwalk Empire.

A minisérie CARLOS também venceu.
De todo lado ouvi elogios a esta minisérie sobre o terrorista Chacal,
mas ainda não sei onde assistir.

Ricky Gervais, comediante inglês, foto acima,
foi o melhor do show.

Dançou e rolou com os jurados, a Cientologia e tudo mais.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Não me digam....


Dois patrulheiros rodoviários à beira da estrada.

Passa um carro a mais de 150 quilômetros por hora.


Um para o outro:
"Mas não é aquele cara a quem

apreendemos a carteira de motorista,

na semana passada,

por excesso de velocidade?"

"Exatamente." - diz o outro.

"Vamos atrás dele!"

Uns quilômetros adiante,

já com o carro parado,

um dos guardas pergunta:

"Onde está sua carteira de motorista?...."

- E o infrator:

"Não me digam que vocês perderam ela??!!!"


P.S.: Ilustração de Madá. Texto em português de Portugal, do Orlando.
Só fiz a "tradução"para o português do Brasil.
ah ah

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

"A Rede Social" ou os nerds. Quem será mais tedioso?


Encomendei o meu exemplar da edição americana do filme A REDE SOCIAL,
sobre Mark Zuckeberg, o criador do Facebook,
equivalente ao nosso Orkut.
Matará uma das minhas curiosidades intelectuais do ano.

Mesmo levando em conta as qualidades do diretor David Fincher, não consigo imaginar como ele pode ter tornado interessante um assunto tão sem graça, como a vida de aborrescentes nerds.

Até o rigoroso site do Kinemail.com deu 5 estrelas para o filme.

Afora a natural inveja que sentimos destes rapazes (Bill Gates, Zuckerberg, etc) que com uma boa dose de inteligência e mau caráter acumularam bilhões de dólares, a vida deles é mais insossa do que arroz de dieta.

Tem mais cultura e sabedoria nos exemplares do Tesouro da Juventude que eu ia ler na Biblioteca Pública de Pesqueira, quando era criança.

P.S.: redes sociais são uma curiosidade da internet. Gosto de me comunicar com os amigos no Orkut. Trocar fotos, frases e músicas. Só não entendo como um sistema gratuito pode ser avaliado por grandes bancos em bilhões de dólares, como se fossem uma mina de ouro. Com o decorrer dos anos, os círculos de amizade encontrarão formas mais seletivas de encontro e abandonarão estas redes. Nunca cliquei num anúncio comercial do Orkut. Este valor comercial absurdo que não existe na prática e não tem como se materializar no futuro é uma miragem.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

João x João : um Conto de "FARDAS". Ou um conto de "fraldas"?




Era uma vez um político em cargo executivo (João Paulo, PT-PE, prefeito do Recife por 8 anos), que decidiu fazer o seu sucessor na marra.
99% da população do Recife sequer sabia quem era João da Costa.
Brigou com o PT inteiro, que queria outro candidato.
Elegeu o sucessor na raça, embasado no alto índice de aprovação que tinha.

Como nos melhores contos de FARDAS
(fardas no sentido de poder e não de militares),
o embróglio logo desandou
com uma desconfortável e prolongada lavagem de roupa suja em público.
Pouco depois, acusando o padrinho de interferência, enxotou-o e a seu grupo para longe da prefeitura.

Agora, João da Costa tem baixos níveis de aprovação e, como todos os outros políticos brasileiros, não deseja perder a possibilidade de continuar no cargo, de maneira nenhuma.

João Paulo deseja dá o troco ao ex-afilhado derrotando-o nas urnas, mas para isto tem que trocar de legenda, já que arranjou um caminhão de inimizades prá sequer pensar na possibilidade de ser o indicado pelo PT para a disputa.
Se trocar de legenda, pode perder o lugar de Deputado Federal, que foi eleito pelo PT.

JOÃO DA COSTA reassume o cargo hoje, depois de 100 dias de licença para fazer um transplante de rim em São Paulo.

Prá mim, a equação desta imensa barafunda é a mais simples possível:
JOÃO DA COSTA só teve 1 eleitor (João Paulo)... e agora não tem mais!!!

P.S.: Se isto irá se repetir na dupla Lula x Dilma? Espero que não. Seria muito danoso para o país. Apesar de Lula dá a impressão de ainda não ter sido avisado que não é mais presidente. No caso dos passaportes diplomáticos dos parentes e nas férias às custas do estado brasileiro, são 2 coisas até justas, mas são incompatíveis com um cargo de EX.
São atribuições para presidentes e não para ex.

Este é João Paulo.
Operário que fez uma extraordinária carreira política e regular administração.
Por ter uma mentalidade mais autônoma e independente do que é comum no PT, sempre foi visto como um azarão, a quem o partido só engolia pelos votos numerosos que tinha.
Não é favas contadas, como muitos do partido gostariam.

P.S.: Ainda não vi os jornais desta segunda-feira no papel, mas aqui na Net, nem o JC nem o DP dão uma linha de primeira página sobre o cargo que o prefeito reassume hoje. E olhe que são mais de 30 chamadas em cada jornal. Isto mostra a desimportância da administração de João da Costa, contra quem, evidentemente, não tenho nada de pessoal.